Arquivo da tag: exercícios

Você sabe o que é um treinamento de força?

01122015_Treinamento de forçaDiferentemente do que muitos pensam, existem diversos tipos de treinos que podem ser mais ou menos indicados para cada tipo de corpo. Tudo depende, é claro, do resultado que você deseja obter e da sua vontade para isso! Mas você sabe quais são os tipos de treinos na musculação?

Os principais são os de força, resistência à fadiga, reeducação da postura através do exercício e muitos outros. O treino de força é um tipo que exige muito mais de quem está treinando e é indicado para qualquer pessoa, pois visa melhorar o equilíbrio, a agilidade e demais funções que exigem força física.

O ideal em um treino de força é que ele seja feito da seguinte forma: de 1 a 6 repetições exigindo bastante do corpo, com descanso de 2 a 3 minutos entre uma série e outra.

Com o treino focado na força é possível ter uma melhora significativa na qualidade de vida, pois é possível fortalecer a musculatura e melhorar a condicionamento físico!

O que está esperando para começar agora mesmo o seu treino de força?

Fazer exercício em jejum não elimina gordura!

24112015_Exercícios em jejum

Ao contrário do que muita gente pensa, fazer exercícios em jejum não queima mais gorduras. Quando você inicia uma atividade em jejum, após uma noite de sono, pode haver um “descompasso” hormonal e fisiológico para o seu organismo na hora dele tentar encontrar alimento para funcionar adequadamente.

Resultado? O que pode ocorrer é o seu corpo poupar as reservas de gordura e utilizar os músculos para produzir energia. Resultado? Além de poupar as reservar de gordura, o treino em jejum pode trazer alguns desconfortos durante o treino como tontura, fraqueza, náuseas e vômitos.

Sem contar que o seu rendimento pode cair, pois o seu corpo não terá toda a energia necessária para o exercício. Por isso, antes de iniciar qualquer prática, o recomendado é se alimentar bem e manter uma dieta equilibrada.

Outro fator importante a ser levado em conta durante o treino é a hidratação. Lembre-se de beber água antes, durante e após os treinos!

Fonte: http://www.medicinadoesporte.org.br/fazer-exercicios-em-jejum-queima-musculos-e-preserva-gorduras/

Benefícios da prática de exercícios diários!

09112015
Pedalar uma vez por semana também pode ser uma forma de se exercitar diariamente

Pode parecer que não, mas apenas 30 minutos diários de exercícios físicos pode trazer muitos benefícios para a saúde e qualidade de vida. Para abandonar hábitos sedentários não precisa malhar o dia todo! Basta fazer um treino de 30 minutinhos para fazer a diferença no seu dia-a-dia. Confira os principais benefícios:

Alívio do estresse: com a rotina pesada, os níveis de estresse ficam altos, mas basta alguns minutos de exercício para isso melhorar! Os exercícios físicos liberam endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de prazer e bem estar, relaxando o corpo.

Disposição a mil: aumentar a resistência muscular pode auxiliar em tarefas diárias como subir escadas, carregar compras, pendurar roupas no varal etc. Ao contrário do que se imagina, os exercícios diários dão mais disposição e menos cansaço no fim do dia!

Prevenção de doenças: doenças como osteoporose e cardiovasculares podem ser evitadas com a prática dos exercícios físicos. Até mesmo controlar a diabetes é possível com os treinos diários. Os exercícios aeróbios são fundamentais na prevenção de doenças cardíacas e outras mais.

Mas nunca se esqueça de que para seguir um cronograma ideal de acordo com o seu condicionamento físico você deve, primeiro, conversar com um especialista para que ela possa elaborar o seu programa de exercícios. Assim você também vai atingir os objetivos bem mais rápido!

Então, o que está esperando para dedicar 30 minutos para os exercícios? Comece hoje mesmo!

Exercícios Abdominais

abs

Por muitas décadas, os exercícios abdominais foram ligados incorretamente ao processo de emagrecimento e, até hoje, existem muitas confusões e interpretações incorretas relacionadas ao assunto.

O processo de emagrecimento depende de vários fatores, como o número de células adiposas, hereditariedade, normalidade do sistema hormonal e o gasto calórico influenciado pela alimentação, proporção de massa muscular e, principalmente, pela prática de atividade física, entre outros.

A musculatura do abdome é como se fosse um grande retângulo plano. Por se tratar de uma estrutura lisa, torna-se muito difícil defini-la. O músculo divide-se em três grandes grupos (reto abdominal, transverso e oblíquos), os quais podem ser trabalhados isoladamente ou em conjunto. É um dos músculos mais importantes para as pessoas, pois é responsável por manter a nossa postura sempre correta.

A busca por uma barriga lisa e definida exige um programa de treinamento bem planejado por um profissional de Educação Física ou Atividade Física. Para alcançar o seu objetivo (queimar calorias) é importante trabalharmos várias modalidades combinadas, como musculação (três vezes por semana), exercícios aeróbicos (mínimo de quatro vezes por semana) e alongamentos (diariamente).

O melhor programa de abdominais é o que preconiza que cada um dos três grandes grupos musculares seja trabalhado num dia da semana. O maior deles é o reto abdominal: dois feixes de fibras que saem da parte inferior do peito e vão até a região pubiana. Quando bem malhado, ele ganha três linhas horizontais – aquelas que separam os gomos de músculos. O segundo grupo muscular a ser desenvolvido é o transverso, localizado na camada mais interna da barriga. Fortalecê-lo é importantíssimo, porque ele serve de base de sustentação para a parede abdominal. Por fim, há os músculos abdominais oblíquos externos e internos, que percorrem as laterais da barriga. São eles que, enrijecidos, definem a cintura.

É preciso também dar atenção ao ritmo imposto aos exercícios. Abdominal correto é aquele que se faz lentamente.

Para este tipo de exercício é recomendável a respiração torácica, inspirando sempre pelo nariz e expirando pela boca, mantendo sempre o abdome contraído.

A quantidade de séries e repetições depende do nível de condicionamento de cada pessoa. É importante lembrar que não serão as 500 repetições diárias que vão definir o seu abdome. A única coisa que acontece, neste caso, é o fortalecimento da musculatura abdominal, mas não há uma redução de gordura localizada nesta região do abdome onde os músculos abdominais realizaram a contração. Pense na qualidade e não na quantidade.

Uma alimentação balanceada é fundamental para o processo. Todos os alimentos muito calóricos, especialmente os doces, devem ser banidos do cardápio do aspirante a abdome definido. Excesso de calorias transforma-se em acúmulo de gordura, principalmente na região da cintura. Esta é, aliás, uma dificuldade suplementar. Além de ser difícil definir os músculos do abdome, é preciso secar boa parte da gordura que o recobre. Procure alimentar-se varias vezes ao dia em pequenas porções.

Se você segue um programa de abdominais, faz exercícios aeróbicos, tem uma alimentação regrada e, apesar de todo o esforço, não consegue ter um abdome dos sonhos, é bom lembrar-se do peso da genética no trabalho de definição muscular. Nunca esqueça que o mais importante é a melhoria da qualidade de vida, e não desanime se o resultado for diferente do esperado.