Arquivo da categoria: Coaching de Emagrecimento

Como perder peso: recomendações do NHLBI

2016 está chegando e o sonho de emagrecer faz parte de muitas pessoas.

Segue abaixo, recomendações do NHLBI (National Heart, Lung, and Blood Institute):

  • A meta inicial de perda do peso corporal deve ser de cerca de 10%.
  • Estabeleça uma meta de perda de peso de aproximadamente 450 a 900 gramas por semana durante um período de 6 meses.
  • Busque um déficit de 500 a 1.000 Calorias por dia por meio da combinação de redução do consumo de Calorias e aumento da prática de exercícios físicos.
  • Reduza o consumo de gordura alimentar, sem a redução de calorias.
  • Escolha alimentos ricos em fibra alimentar (20 a 30 gramas/dia).
  • Selecione alimentos que sejam cozidos no vapor, in natura, grelhados, ao forno, assados ou escaldados.

Fonte: www.nhlbi.nih.gov

Coaching de Emagrecimento traz novos panoramas para a perda de peso

Habilidades e experiência do Master Coach, Paulo Amaral ajudam a entender a metodologia do processo e mostra sucesso na aplicação do programa.

Desde a década de 60, o coaching foi introduzido no Canadá, onde foi aperfeiçoado com técnicas e ferramentas comportamentais. Nesta época foi lançado o “Life Coaching” que visava conduzir o coachee a encontrar respostas para certos conflitos familiares. Com o passar dos anos, este processo foi visto de forma muito positiva em diversos processos de crescimento pessoal e não só para um determinado assunto. Muitas pesquisas mostram o resultado efetivo em indivíduos que se submeteram ao processo de coaching.

Em 2015, a empresa T&D Fitness, liderada pelo Master Coach Paulo Amaral iniciou o Coaching de Emagrecimento. Neste projeto, a empresa ministra o curso a fim de capacitar profissionais para aplicação do coaching com a finalidade do emagrecimento.

O curso é de extrema eficácia, Paulo Amaral explica as diretrizes passo a passo do processo de coaching, desde o início até a finalização do programa. Nesta capacitação, fica claro que todo indivíduo é capaz de realizar suas metas e sonhos. Não é um processo fácil, mas o coach conduz seu coachee a encontrar caminhos que até então estavam internalizados e, por muitas vezes visto como projeto falido na vida daquela pessoa. O coaching de emagrecimento faz renascer a vontade de retomar projetos deixados para trás.

Esta certificação mostra ao profissional que é de extrema importância o diálogo com seu cliente, sem questioná-lo, mas direcionando para o entendimento de quais são os empecilhos que não o deixam alcançar sua meta, no caso, o emagrecimento. Paulo Amaral com sua técnica e habilidade mostra as pessoas que assistem ao curso que com competência e comprometimento, é capaz de ajudar uma pessoa a realizar seu sonho. E concluir que, cada vez mais esta técnica tem sido eficaz na promoção e qualidade de vida do ser humano.

Os profissionais que se propuserem a assistir a certificação de coaching de emagrecimento com certeza sairão com novos pensamentos e suscetíveis a aplicar mudanças não só com seus clientes, mas para si próprio.

Novas certificações estão a caminho e vale a pena ficar atento no site http://www.coachingparaemagrecer.com/, para entender em apenas dois módulos técnicas e habilidades do comportamento humano que sem dúvida trará uma nova visão positiva de ideais e sonhos.

Autora: Gabriela Lopes da Silva

Recomendação de exercícios para a prática de exercícios físicos

  • Um programa de exercícios físicos objetivando saúde e condicionamento físico para adultos deve se composto por exercícios aeróbicos, de resistência muscular localizada, de flexibilidade e neuromotores (treinamento funcional);
  • Em todos os treinamentos devemos considerar as seguintes variáveis: Frequência (o quão frequentemente), Intensidade (quão forte), Tempo (duração), Tipo (modo), Volume total (quantidade) e Progresso (avanços);
  • Recomenda-se a prática de exercícios aeróbicos de intensidade moderada ≥ 30 min./dia, ≥ 5 dias/semana, totalizando ≥ 150 min./semana; de treinamento de exercícios cardiorrespiratório de intensidade vigorosa ≥ 20 min./dia, ≥ 3 dias/semana, totalizando ≥ 60 min./semana;
  • Realizar exercícios de RML (Resistência Muscular Localizada) em 2 a 3 dias/semana para cada um dos principais grupos musculares e exercícios funcionais envolvendo equilíbrio, agilidade, marcha e coordenação;
  • Recomenda-se uma série de exercícios de flexibilidade, de ≥ 2 a 3 dias/semana, por meio de alongamentos e de flexionamento para os principais grupos musculares, visando à manutenção da amplitude articular.
  • O programa de exercícios deve ser modificado de acordo com a atividade física habitual, a função física, o nível de condicionamento físico, o estado de saúde, as respostas ao exercício e os objetivos do indivíduo.

Fonte: ACSM. Diretrizes do ACSM para os testes de esforço e sua prescrição. Trad. Dilma Balteiro Pereira de Campos. 9. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2014.

Sedentarismo leva a duas vezes mais mortes do que obesidade, diz estudo

Caminhar por 20 minutos já reduz em até 30% o risco de morte prematura. Estudo acompanhou 334 mil homens e mulheres europeus durante 12 anos.

O sedentarismo é mais perigoso para a saúde do que a obesidade. Um estudo publicado nesta quarta-feira (14) no periódico “American Journal of Clinical Nutrition” concluiu que a falta de exercícios físicos aparece relacionada a duas vezes mais mortes do que a obesidade.

A conclusão foi tirada a partir da observação de 334.161 homens e mulheres europeus durante uma média de 12 anos. Ao longo desse período, eles tiveram altura, peso e circunferência abdominal medidos. Os pesquisadores também coletaram relatos sobre as atividades físicas praticadas pelos voluntários.

Ao extrapolar os dados do estudo para toda a população europeia, estima-se que, do total de 9,2 milhões de mortes anuais, 337 mil sejam atribuídas à obesidade. Já as mortes relacionadas à inatividade física somam 676 mil, mais do que o dobro.

20 minutos fazem diferença
Mas não é preciso ser um atleta para desfrutar dos benefícios dos exercícios para a saúde, segundo o estudo. O simples fato de passar da categoria de “inativo” para “moderadamente inativo” – o que envolve fazer o equivalente a uma caminhada de 20 minutos todos os dias – já diminui o risco de morte prematura entre 16 e 30%.

“É uma mensagem simples: apenas uma pequena quantidade de atividade física por dia poderia ter benefícios substanciais para a saúde para pessoas que são fisicamente inativas”, diz Nick Wareham, professor da Universidade de Cambridge e um dos autores do estudo. “Apesar de termos descoberto que apenas 20 minutos fariam diferença, devemos procurar fazer mais do que isso. A atividade física em muitos benefícios provados para a saúde e deveria ser uma parte importante do nosso cotidiano.”

620x946-atividade-fisica

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/01/sedentarismo-leva-duas-vezes-mais-mortes-do-que-obesidade-diz-estudo.html

30 minutos de exercícios por dia

Meia hora por dia é suficiente para se beneficiar com os exercícios

ALONGAMENTO

Engana-se quem pensa que precisa passar horas dentro de uma academia para ver os resultados dos exercícios.

Apenas 30 minutos diários de atividade física são suficientes para melhorar a qualidade de vida, garante PAULO COSTA AMARAL, consultor técnico da Contours Academia para Mulheres. Veja 5 motivos para se exercitar por pelo menos, 30 minutos por dia.

1- Malhar relaxa

Exercícios físicos liberam endorfina e serotonina, substâncias responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar, que controlam o nível da dor e reduzem a ansiedade e o estresse, fazendo com que o corpo relaxe. “A prática de exercícios regulares é também uma grande aliada da nossa saúde emocional, uma vez que viver em meio ao trânsito e trabalhar sob pressão virou rotina para muitas pessoas, especialmente nas grandes cidades”, diz o consultor técnico.

2 – Aumenta a disposição

Exercícios regulares refletem em menos cansaço no final do dia e mais disposição para atividades rotineiras, como pendurar roupas, carregar as compras, segurar o filho no colo ou mesmo ter disposição para pegar um cinema após uma jornada de trabalho no escritório.

3 – Previne a osteoporose

Atividades físicas evitam a perda de massa óssea resultante da menopausa, prevenindo a osteoporose. Exercícios com carga também auxiliam no fortalecimento muscular. “A prática de exercícios deve ser constante ao longo da vida, mas após os 40 anos, incluir a caminhada e a musculação traz muitos benefícios para a qualidade de vida das mulheres”, diz Paulo.

4 – Controla o diabetes

Se exercitar aumenta a eficácia da insulina, podendo reduzir a quantidade de medicação prescrita. A atividade física reduz o nível de glicose no sangue por até 48 horas após o treino. “Pessoas com diabetes ou doenças cardiovasculares, quando submetidas a um treino voltado às suas necessidades, ganham muito mais qualidade de vida e sentem no dia a dia a transformação que apenas 30 minutos diários podem trazer na vida prática”, diz Paulo.

5 – Previne doenças no coração

De acordo com a Associação Americana do Coração (American Heart Association – AHA), 30 minutos de exercícios aeróbicos diários ou 25 minutos de exercícios aeróbicos três vezes por semana, combinados a exercícios de musculação duas vezes por semana são suficientes para garantir a saúde cardíaca. “A vantagem do exercício em circuito é que ele dá conta de trabalhar grupos musculares separadamente, combinados a exercícios aeróbicos que estimulam a coordenação motora e que podem ser ajustados conforme a resistência corporal aumenta”, explica.

Por Helena Dias
Fonte: http://maisequilibrio.com.br/fitness/30-minutos-de-exercicios-por-dia-3-1-2-733.html

Cinco razões para incluir meia hora de exercícios na rotina diária

Trinta minutos diários são suficientes para garantir um estilo de vida mais saudável e prevenir doenças cardiovasculares, diabetes e osteoporose.

esteiraFalta de tempo não é desculpa para deixar de se exercitar. Apenas trinta minutos diários de atividade física são suficientes para a melhora da qualidade de vida, garante Paulo Costa Amaral, consultor técnico da Contours Academia para Mulheres. A seguir, Amaral lista alguns dos benefícios de exercícios em circuito. São trinta minutos que podem fazer a diferença.

1- Alívio do estresse
Exercícios físicos liberam endorfina e serotonina, substâncias responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar, que controlam o nível da dor e reduzem a ansiedade e o estresse, fazendo com que o corpo relaxe. “A prática de exercícios regulares é também uma grande aliada da nossa saúde emocional, uma vez que viver em meio ao trânsito e trabalhar sob pressão virou rotina para muitas pessoas, especialmente nas grandes cidades”, diz o consultor técnico, que lembra ainda que grande parte das mulheres convive com a dupla jornada de administrar carreira e família.

2 – Mais disposição para tarefas do dia-a-dia
Fazer exercícios regularmente por 30 minutos aumenta a resistência muscular, o que na prática facilita atividades cotidianas, como subir escadas, pendurar roupas, carregar as compras do supermercado, segurar o filho no colo ou mesmo ter disposição para pegar um cinema após uma jornada de trabalho no escritório. Exercícios regulares significam menos cansaço no final do dia e mais disposição para atividades rotineiras.

3- Prevenção da osteoporose
Atividade física com carga moderada, contribui para evitar a perda de massa óssea, constituindo-se em um ótimo preventivo contra a osteoporose. A menopausa acentua a perda óssea nas mulheres e os exercícios com carga auxiliam não só no fortalecimento muscular, como também na reposição de massa óssea. “A prática de exercícios deve ser constante ao longo da vida, mas após os 40 anos, incluir a caminhada e a musculação trazem muitos benefícios para a qualidade de vida das mulheres”, diz Paulo.

4- Controle do Diabetes
Segundo a Associação Nacional de Assistência ao diabético (ANAD), a prática regular de exercícios, associada ao tratamento correto da doença e ao controle da dieta, aumenta a eficácia da insulina, podendo reduzir a quantidade de medicação prescrita. A atividade física reduz o nível de glicose no sangue por até 48 horas após o treino. “Pessoas com diabetes ou doenças cardiovasculares, quando submetidas a um treino voltado às suas necessidades, ganham muito mais qualidade de vida e sentem no dia-a-dia a transformação que apenas 30 minutos diários podem trazer na vida prática”, diz Paulo.

5- Prevenção de Doenças Cardiovasculares
De acordo com a Associação Americana o Coração (American Heart Association – AHA), 30 minutos de exercícios aeróbicos diários ou 25 minutos de exercícios aeróbicos três vezes por semana, combinados a exercícios de musculação duas vezes por semana são suficientes para garantir a saúde cardíaca. O treino em circuito agrega o benefício de combinar exercícios aeróbicos e anaeróbicos sequenciais, ideais para a melhora cardiovascular. De acordo com o especialista, treinos curtos são ideais para quem tem uma rotina corrida e podem ser adaptados conforme as necessidades e limitações de cada aluna. “A vantagem do exercício em circuito é que ele dá conta de trabalhar grupos musculares separadamente, combinados a exercícios aeróbicos que estimulam a coordenação motora e que podem ser ajustados conforme a resistência corporal aumenta”, explica.

Fonte: http://www.maxpressnet.com.br/Conteudo/1,713201,Cinco_razoes_para_incluir_meia_hora_de_exercicios_na_rotina_diaria,713201,13.htm

Material elaborado pelo Prof. Ms. Paulo Costa Amaral

O que é Bem-Estar?

É preciso mais do que um exercício físico para manter a boa saúde. Equilíbrio é a chave para a condução de um estilo de vida saudável. Bem-estar nos permite alcançar os nossos objetivos e encontrar significado e propósito em nossas vidas. É a integração do corpo, mente e espírito.

O objetivo de atingir uma melhor qualidade de vida e saúde é conseguido através de “um equilíbrio” em relação a oito dimensões interligadas:

bem estar

Bem-Estar Cultural é a consciência e respeito da sua própria fé e tradições culturais, bem como a aprendizagem, contribuindo para a diversidade e a riqueza presente em outros credos e origens culturais. Trata-se de agir no sentido próprio e todos os outros com sensibilidade, consideração, compreensão, apreço, tolerância e civilidade.

Bem-Estar Emocional é a capacidade de responder aos estados emocionais. É realmente lidar com uma grande variedade de situações e aprender como seus comportamentos, pensamentos, sentimentos e decisões. Assumir responsabilidade por seu próprio comportamento e responder a desafios como oportunidades. É a capacidade de formar relacionamentos baseado em um empenho mútuo, a confiança, honestidade e respeito.

Bem-Estar Ambiental é uma tomada de consciência da situação da terra, e os efeitos dos seus hábitos diários sobre o ambiente físico. Respeito para uma criação de Deus e da beleza e equilíbrio da natureza. Envolve a manutenção de um estilo de vida que maximiza a harmonia com a terra e minimiza danos para o meio ambiente. Ela inclui o envolvimento em atividades socialmente para proteger o meio ambiente.

Bem-Estar Intelectual caracteriza-se como uma forte curiosidade e vontade de aprender. Trata-se de um processo contínuo de criação e reflexão sobre experiências, permanecendo estimulada com novas idéias. Descobrir desafios, superação de barreiras, integrando as oportunidades para crescer, fazer planos, desenvolver estratégias e resolver problemas. É a capacidade de envolver-se em pensamentos e lembranças, e de pensar de modo independente, criativa e crítica.

Bem-Estar Físico significa respeitar e cuidar do seu corpo. Aplicar seus conhecimentos, motivação e habilidades pessoais para maior adequação e saúde. Fazer escolhas saudáveis e positivas no que respeita a uma variedade de questões, incluindo nutrição, atividade física, sexualidade, sono etc.

Bem-Estar Social significa contribuir para um ambiente físico e humano. Inclui a promoção de uma vida saudável, incentivando uma comunicação eficaz e de respeito mútuo entre os membros da comunidade, e que procuram relacionamentos com outras pessoas positivas.

Bem-Estar Espiritual é a busca de sentido, valor e finalidade, resultando em esperança, alegria, coragem e gratidão. Ela incentiva para desenvolver fé pessoal e procurar Deus em todas as coisas. É a descoberta e a incorporação de um conjunto de valores pessoais e crenças que define a pessoa, colocando o indivíduo em relação à maior comunidade, e contrata uma fé que promove a justiça.

Bem-Estar Profissional trata-se de encontrar o local onde seus profundos desejos satisfazem uma necessidade da comunidade. Envolvimento continuo e aprendizagem de novas habilidades e desafios que procuram levar o crescimento pessoal.

Pirâmide alimentar para dieta saudável

piramide alimentarA pirâmide alimentar é baseada nas orientações dietéticas de nutrição primária, que visa ensinar as pessoas sobre os alimentos que constituem uma dieta saudável. Além de organizar os alimentos em categorias principais, a pirâmide dá recomendações para o número de porções de cada categoria que se deve consumir. Foi lançado um novo conjunto de orientações nutricionais e uma pirâmide alimentar atualizada.

Um dos novos recursos da pirâmide atualizada são as divisões verticais, que representam seis grupos de alimentos. Frutas, legumes e grãos são as maiores fatias, e as gorduras / óleos / açúcares é a divisão mais fina. As divisões começam mais largas na base e vão afinando até o topo. A mensagem é que não existe uma gama de salubridade, dentro de cada grupo de alimentos. Alimentos na base da pirâmide devem ser consumidos com mais frequência do que os alimentos no topo da pirâmide.

Uma adição nova na pirâmide é um conjunto de escadas que sobem ao lado da imagem. Dada a evidência de que a atividade física tem um impacto positivo sobre a saúde em geral. A ideia é que, além de uma dieta equilibrada, incorporando a atividade física na rotina diária é importante na manutenção da saúde em geral. De acordo com a pirâmide atualizada, os adultos devem fazer pelo menos 30 minutos de atividade física diária.

As divisões verticais agora são coloridas para representar os diferentes grupos de alimentos. Isto é diferente da pirâmide alimentar anterior, que utilizava fotografias de alimentos para identificar os grupos de alimentos.

Comparando-se a pirâmide alimentar anterior ainda é ossivel observar algumas semelhanças. Os alimentos ainda estão agrupados em seis categorias principais (grãos, frutas, vegetais, carnes / feijão, laticínios e gorduras / óleos / açúcares). Além disso, a ideia de que os alimentos na base da pirâmide devem ser consumidos com mais frequência do que os alimentos no topo da pirâmide ainda se mantém.

 

Fonte: http://www.brasiledinheiro.com/util/2012/09/18/piramide-alimentar-atualizada-1992.html

Orientações para evitar a obesidade

obesidade

  1. Divida as porções programadas em sua dieta na metade, para que você possa ter o prazer de repetir;
  2. Sirva a sua refeição em prato e talheres menores do que o de costume;
  3. Procure descansar os talheres sobre o prato após cada garfada;
  4. Não temperar saladas com óleo, azeite ou maionese. Utilize alho, limão, vinagre e cheiro verde;
  5. A prática de exercícios físicos é bastante saudável, promove a queima de calorias e favorece o controle da glicemia (não pratique exercícios sem orientação de um profissional);
  6. Deve-se ingerir bastante líquido ao longo do dia, porém evite fazê-lo durante o almoço e o jantar, obedeça ao horário de 1h antes e 1h30 min após;
  7. Evite o uso de gordura animal, pele, creme de leite, maionese, bacon ou torresmo. Prefira óleo vegetal (soja, milho, azeite, girassol), porém em quantidades moderadas, pois 1 grama de qualquer óleo equivale à 9 calorias;
  8. As frituras devem ser reduzidas e substituídas por preparações grelhadas e cozidas;
  9. Prefira carnes magras, frango e peixe sem pele, retirando toda a gordura que enxergar.